Bonito dia

Foto por Guilherme Almeida Borges
Olhando umas fotografias antigas, bem... não tão antigas, quando uma me despertou a atenção, hei de descrevê-la, mas antes preciso dizer que ao recordá-la me desenrolei em sorrisos!


Era um dia normal em um estágio que fiz em um bairro distante de onde morava. Tivemos que acordar muito cedo e pegar ônibus, passaríamos o dia fora, sem ter tempo de voltar em casa para, se quer, almoçar. Um dia comum e muito cansativo, como os outros naquela mesma semana. Ao saírmos encontramos duas senhorinhas, uma delas não falava, mas sorria, a outra, com um cravo rosa no cabelo, pediu ao meu colega que pegasse uma flor amarela da árvore para ela, e ele, gentilmente, pegou duas flores e a entregou. E eu, inevitavelmente, perguntei para quê eram as flores, já sabia a resposta claro, "pra colocar no cabelo", a senhorinha me respondeu. Sorri, pensando no quão feliz ela deveria ser, pegando flores e colocando nos cabelos, tão simples, nada de procedimentos estéticos, roupas de marca ou maquiagens para se sentir bem. Eis que então, vi a senhorinha que não falava apontando para a flor e para mim, não entendi, mas sua companheira sim, e ela veio em minha direção dizendo: "Uma flor no cabelo pra ficar mais bonita!".

Bonita senhora do cravo rosa no cabelo.
Bonita flor amarela.
Bonita a felicidade da senhora que não falava, mas sorria.
Bonito o encanto no olhar dos meus colegas.
Mas, o mais bonito de tudo foi a imagem que meu colega viu e rápido fotografou. E como ele mesmo disse: Um poema em forma de foto.


Bárbara Paloma

Leia também:

0 Comentários

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...