Ter vinte e poucos anos...


Ter vinte e poucos anos não quer dizer nada. 
Trinta. Quarenta. Quinze. Vinte. Noventa.
O que importa, no fundo, é quem você é quando está sozinho. 
Como você é quando está acompanhado.
O que sobra quando a luz apaga.
O que resta quando o sol acorda...
Clarissa Corrêa

Leia também:

2 Comentários

  1. Belíssimo pensamento. Mas penso que a idade cronológica importa. É claro que, de acordo com cada circunstância, o que somos, pensamos e sentimos também conta. Abraçosssssss

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...