Rastro de sonho

28 julho 2017


- Olha lá! Viu a estrela cadente? Gosto de pensar que são vagalumes que o céu pegou pra brincar. E que aí, de vez em quando, ele deixa escapar um.
- Vagalume? Então a gente faz pedidos para os vagalumes?
- Sim. Eu não, quando vejo um, só me lembro dos meus sonhos, e aí conto baixinho pra vida meus segredos. É pra vida que peço.
- Então não acredita em estrela cadente?
- Que a estrela realiza não. Acredito em sonhos, tenho fé, e uma vida pra viver.
- Sonhos... entendi.
- Sabe quando a gente viaja e vê a cidade brilhando de noite, ao longe, pela janela do carro? Sonhos... São luzes no horizonte da alma. É pra lá que estamos indo.

Diálogo, 
viajando sozinha, 
num domingo a noite... 
23/07/17

7 comentários:

  1. Adorei o texto, reflete esperança e suavidade. "Sonhos... São luzes no horizonte da alma" essa frase sintetiza todo o sentimento que foi expresso!
    Tenha uma excelente semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma esperança calma, apesar da agitação do coração, muito tem me inspirado nos últimos tempos. Esperança, é ver os sonhos brilhando pela janela, e crer que é para lá que a estrada nos leva. Um dia a gente chega, e o mais bonito é que a viagem continua.
      Abraço carinhoso!

      Excluir
  2. Amiga, a tua luz é uma esperança...que abre janelas, para sonhos de muitas almas...
    Gosto da tua escrita repleta de inspiração. Ela acalma meu coração.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo querido, me alegro por saber que gostas do que escrevo. A poesia me acalma também, e se através dela acalmo corações, sou feliz!
      Obrigada por palavras tão lindas.
      Abraço carinhoso.

      Excluir
  3. A luz que os sonhos tem é como farol para chegar até nós.
    Ele vem na palma da mão de Deus é na hora certa.
    Bom fim de semana querida Bárbara. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Quando os colocamos nas mãos de Deus, eles se tornam um farol que brilha ao longe e nos traz a certeza dos caminhos que trilhamos.
      Um bom fim de semana a ti, querida Emilia!
      Abraço carinhoso.

      Excluir
  4. Bárbara,

    Me impressionou seu modo de viajar (em todos os sentidos) porque parece que nossa poesia se ilumina de um jeito muito parecido. Eu sempre pensei muito sobre estrelas (cadente ou não), vagalumes etc. Sempre achei da maior importância tudo isso que brilha. Qualquer coisa que faça brilhar parece ser a luz do que impulsiona o mundo e, porque não, a nós mesmos.

    Com um brilho nos olhos termino de te ler, balançando a cabeça positivamente ao concordar que sim, é isso: luzes no horizonte da alma nos guiam para onde queremos. E chegaremos!

    Um beijo grande.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS