Quando dois olhares...

178º Aniversário de Machado de Assis


"Quando dois olhares andam a falar entre si todo o mundo fica aniquilado para os olhos que os desferem; parece-lhes que têm o direito e a necessidade de viverem de si e por si."
Trecho de 'A pianista' 
de Machado de Assis

Leia também:

6 Comentários

  1. Gosto muito das obras de Machado de Assis, um grande representante da literatura brasileira.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa! Também gosto muito de Machado, logo, quis lembrar alguma de suas obras, e "A pianista" foi a última que li, e dela eu havia destacado esse trecho que achei lindo, ainda bem que o guardei rsrs.
      Tenha uma boa semana!
      Abraço carinhoso

      Excluir
  2. Ele é realmente fantástico. Na minha opinião, o maior.

    Beijos, Bárbara!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fantástico! Simplesmente fantástico!
      Tens andado sumida Helena, que bom sua presença.
      Tenha uma boa semana,
      Abraço carinhoso!

      Excluir
  3. Gosto deveras de Machado. Hão de perdoar-me um pequenino senão: cada autor é guiado pelo estilo predominante em sua própria época... - eu gostaria demais de um Machado do período imediatamente anterior. Mas, esse pensamento é justamente a explicação do que digo: aqui, o realismo cede ao romantismo e a expressão machadiana ganha em doçura.
    Há olhares que movem o mundo e (muito secretamente!!!) movem todos os pensares de muitos corações... Conheço dois olhos assim... Inesquecíveis... Un bacio... Un abbraccio.
    Luc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que a escrita que carrega essa doçura do romantismo me atrai, por isso, concordo contigo.
      E esses olhares são capazes de tudo dizer em silêncio, de tudo compreender em segundos, e de ficarem gravados por toda uma vida.
      E eu conheço dois olhos assim...
      Abraço e beijo...

      Excluir

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...