Portão azul

Acordou cantando aquela música feliz:


"Ficar parado em frente ao portão não faz seus pés tocarem no jardim
Os passos que me levam são os mesmos que retornarão
E você fica aí tentando imaginar como seria do outro lado
por não querer perder de vista o que não se perde por esperar...


De coração tranquilo saiu de casa e foi viver seu dia. 
Quintana na bolsa, renovada poesia no coração e na biblioteca. Coração novo, notou. Se surpreendeu com o encontro de hoje, mas não se acelerou, não se alegrou, não reagiu ou se entristeceu. Apenas sorriu um tranquilo cumprimento, se percebeu recuperada de meses atrás, e de coração tranquilo, voltou para casa cantando a mesma música que cantava pela manhã...

"Ah deixa de evitar o inevitável é, viver na plenitude
Abra o portão azul, da casa mais bonita.

Venha ver o jardim, da casa do portão azul
Venha ver o jardim, da casa do portão azul..."


Bárbara Paloma
Música: Portão Azul - Lorena Chaves

Leia também:

4 Comentários

  1. Coração curado, as coisas no devido lugar nos deixa mais leve e com verdade nos olhos.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Só se percebe a cura quando se nota a leveza, momento certo pra se abrir o tal portão azul. E a verdade nos olhos... Inevitável!
      Abraços!

      Excluir
  2. Olha eu gostei da letra eu não conheço a música, agora o portão azul é legal quando está bem pintadinho, uma vez uma moça me pagou trezentos reais para eu pintar o portão dela eu dei duas demãos, mas o portão ficou cheio de bolotas ela ficou uma fera aí não queria me pagar, disse que eu pintava igual minha cara, ela devia de ter ouvido essa música aí. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem pintadinho, bem cuidado. Coitada da menina... mas vou te ajudar... Se bem que ela não falou que queria 'bem pintado', e de qualquer forma você pintou. rsrsrs
      Abraços

      Excluir

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...