O correr da vida...

O correr da vida embrulha tudo. 
A vida é assim: esquenta e esfria, 
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem.

Guimarães Rosa

Leia também:

2 Comentários

  1. O correr da vida, aleatório, ilógico, imprevisível, alternativo, acaba por nos manter em constante suspense, em constante alerta. Aliás, penso que seja este o tempero desta vida. Penso que Guimarães Rosa tem razão neste belíssimo, encantador poemeto que eu não conhecia. A vida quer de nós coragem. Contudo, penso que haverá outro lado, dado que a instabilidade é baixo mas também é alto. Ela quer saber que faremos das agruras, mas também que faremos da felicidade. Na agruras, coragem. Mas, e na felicidade. Penso que algo que faz sentido, deveras, é compartilhamento. Compartilhamento e coragem! Abraçossssssssssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens toda razão! O inconstante, e imprevisível sabor da vida que nos faz ficar atentos ao que há de ser. E quanto á felicidade, compartilhar faz todo sentido, posto que a felicidade, quando verdadeira, transborda e se torna inevitável a vontade de que o outro a sinta também. E a sobre coragem, ela quem nos faz dar o passo certo a diante quando a vida aperta.
      Um grande abraço!

      Excluir

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...