Os pequenos.

12 janeiro 2016

O pequeno aqui de casa.
É tão linda a facilidade com que os pequenos se encantam com o trivial! Eles sim sabem admirar o que se passa desapercebido pelos olhos nossos, olhos que se acostumaram com a (imensa) beleza das pequenas coisas. Os pequenos se surpreendem, acho que é isso, é essa surpresa que faz da reação deles algo tão puro, tão espontâneo. Penso que se nossos olhos fossem como os de quem olha pela primeira vez, perceberíamos a beleza destes milagres triviais que acontecem a todo momento. 


2 comentários:

  1. Como estás absolutamente correta! Também penso que é a surpresa, a novidade, o impulso do novo sobre seu constante bom humor. Penso que, se deixarmos, o tempo, a vida, os relacionamentos complicados por uma sociedade confusa nos roubam a surpresa, o novo, o bom humor fácil.
    É preciso sorrir. Procuram-se pessoas que nos façam sorrir, seja com o novo ou com uma nova forma de ver o que já se viu. Procuram-se pessoas que nos façam acreditar de novo na nossa infância! Procuram-se pessoas que riam espontaneamente, como os pequenos!
    Tu és uma dessas pessoas, Bárbara. Tens o coração abençoador.
    Abraçossssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. As pessoas, na constante correria da vida, se encontram tão fechadas pra essa alegria fácil. Talvez não fechadas, mas adormecidas! É maravilhoso quando conseguimos desperta-las e arrancar um pouco do sorriso de criança, ou do sorriso distraído, e por tanto sincero, de quem admira coisa bonita. Despertar o melhor nas pessoas é o que precisamos pra hoje, e para todos os dias das nossas vidas. Pois só podemos despertar nos outros o que temos em nós. És tu também destes que despertam o melhor nos outros Lucas!!
    Um grande abraço meu amigo.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar...
Críticas são bem vindas, e elogios sempre serão.
Abraços...

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS